quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Missão é Vocação


O missionário é uma bênção de Deus para todas as pessoas que ele encontra, pelas palavras que ele traz e, principalmente, pela força do seu alegre e zeloso testemunho. (Pe. Francisco Rubeaux)

 Missão é Vocação. Com esse tema, os Missionários Oblatos de Maria Imaculada da região nordeste realizaram o 3º encontro vocacional de 2015, com um grupo de 20 jovens, em Recife no estado de  Pernambuco. O encontro teve início na sexta, com a chegada e acolhida dos participantes e o terço como momento de espiritualidade.

No sábado pela manhã, o Pe. Josenildo OMI falou com muita propriedade e entusiasmo sobre o tema. Na sua fala, ficaram marcados pontos importantes para aqueles que desejam ser missionários nos dias de hoje. A começar por compreender os novos paradigmas contemporâneos marcados por cinco sinais: Individualismo, Globalização, Fome de Espiritualidade, Nova visão Cosmológica e Revolução Tecnológica.

"O missionário é sempre inquieto". A inquietude missionária é o que leva a sair ao encontro do outro, assumindo, assim, uma alteridade autenticamente cristã. Percebe-se então que a missão assume um rosto próprio marcado pela Urgência, Amplitude e Inclusão. Emocionante também foi ouvir dele as suas experiências concretas da vida missionária Oblata no interior nordestino e sobre sua função atual como coordenador de pastoral da arquidiocese de Olinda e Recife.

A parte da tarde foi dedicada ao conhecimento da vocação missionária OMI. Foi apresentada a vida de Santo Eugênio de Mazenod e a missão dos OMI presentes em mais de 70 países, nos cinco continentes. Percebemos que o ideal de vida dos Oblatos está em total consonância com o que tem proposto o Papa Francisco: “ser Igreja em saída”. À noite, celebramos a santa missa consagrando as nossas vidas em Oblação a Deus a serviço da Igreja Missionária.

No domingo, os vocacionados participaram juntamente com os jovens da Paróquia Cristo Redentor, do Jordão, do III Despertar, atividade que conclui o mês vocacional. As vocações à vida matrimonial, laical e religiosa foram apresentadas em forma de oficinas. Uma animada gincana e muita música fizeram a alegria dos jovens. No momento final houve a hora Santa Vocacional.

 Concluída a adoração, os jovens receberam a bênção de Jesus Eucarístico para retornarem às suas casas e serem missionários entre os pobres.  Que Maria Imaculada interceda pelo SIM e conceda perseverança a todos os vocacionados OMI. Até o próximo vocacional. Abraços Fraternos,

Paulo Henrique Castro Perdigão