segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Câmara Municipal de Recife homenageia os OMI pelos 50 anos de presença em Pernambuco



Os 50 anos da Paróquia Coração Imaculado de Maria, de Brasília Teimosa, foram homenageados em reunião solene realizada no dia 22 de agosto, na Câmara Municipal de Recife. 

Os missionários Oblatos também foram homenageados pelos 50 anos de missão em Pernambuco e tiveram participação direta na fundação da paróquia. Representando a congregação, estiveram presentes os jovens aspirantes da Casa da Missão Padre Jaime Kohmetscher e demais OMI.  Além de Padre Wesley Soares, que discursou no plenário em nome de todos os Oblatos. Na solenidade, Padre Jaime Kohmetscher e os outros missionários que moraram em Brasília Teimosa foram homenageados, por sua total dedicação à missão lá feita, defendendo melhores condições de vida e evangelizando a todos.

“Herdeiros da tradição bíblica, a família dos Oblatos celebra esses 50 anos fazendo memória de todos aqueles que por aqui evangelizaram e doaram suas vidas a serviço do evangelho. Nas periferias, se engajaram pelo direito à moradia, estrada, saúde e educação. Visitaram presídios, enfermos, moraram nas ruas e trabalharam como taxistas. Realizaram sacramentos e celebraram ao Deus da vida. Tudo fizeram para evangelizar, pois nada poderia os impedir de chegar aos pobres.”, disse o vereador Eduardo Chera.

Em seu discurso, Padre Wesley mostrou gratidão pela homenagem que a Congregação recebeu. Ele contou a história dos missionários Oblatos: sua origem, fundação, chegada ao Brasil em 1963, e que os Oblatos chegaram à Brasília Teimosa através do próprio Padre Jaime Kohmetscher, que amava o povo e sempre esteve em defesa deles. Disse também que sua serenidade, dedicação e missão, sempre motivaram a luta pela paz, justiça e solidariedade e que o grande homenageado era Jesus Cristo, que merece todo agradecimento e toda honra.

Ao fim dos discursos, foi entregue o diploma que registra o aniversário da paróquia e o trabalho dos missionários Oblatos.  A Irmã Aurieta Duarte, grande companheira dos Oblatos nas lutas de Brasília Teimosa, recebeu um ramalhete de flores. Vale ressaltar que essa homenagem nos impulsiona a continuarmos nossa missão de profetas, anunciando e denunciando toda injustiça. Continuamos espalhados pelo mundo cumprindo nossa missão, e dando continuidade aos trabalhos deixados por grandes missionários que doaram suas vidas pelas missões a nós confiadas.


Lucas Lima de Sousa.